Secretário busca SSP para identificar autores de furto de documentos

0
Foram furtados diversos documentos do órgão, além de certificados de alunos e empresas que participam de um projeto social da secretaria voltado para a profissionalização de pessoas desempregadas (Foto: Ricardo Nogueira/ Ascom/Nossa Senhora do Socorro)

A Secretaria de Trabalho do município de Nossa Senhora do Socorro foi invadida na madrugada desta quarta-feira, 27. Na ação, foram furtados diversos documentos do órgão, além de certificados de alunos e empresas que participam de um projeto social da secretaria voltado para a profissionalização de pessoas desempregadas.

Secretário do Trabalho de Nossa Senhora do Socorro, Alessandro Santos (Foto: Portal Infonet)

Segundo o Secretário do Trabalho de Nossa Senhora do Socorro, Alessandro Santos, ao chegar no local na manhã desta quinta-feira, 28, encontrou uma janela arrombada e a sala principal da secretaria toda revirada, cheia de papéis e caixas espalhadas pelo chão. “O que nos chamou atenção foi que nenhum bem material foi extraído. Apenas documentos e certificados dos cursos profissionalizantes que a secretaria, através do apoio do município, oferece para as pessoas desempregadas”, afirma.

De acordo com Alessandro, esse fato causou estranheza e preocupação nele e nos demais secretários do município. “Ainda não sabemos por que esses documentos foram levados e qual a intenção desses meliantes em ter praticado esse crime. Nós nos preocupamos porque hoje foi a nossa secretaria, mas amanhã pode ser qualquer secretaria do Estado”, informa.

Secretário de Comunicação de Nossa Senhora do Socorro, Renato Nogueira. (Foto: Portal Infonet)

Diante desse quadro, o município entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP/SE) para pedir ajuda à Polícia Civil no tocante as investigações. “Viemos aqui na SSP porque os documentos levados envolvem dados pessoais de civis do município e de empresas parceiras”, detalha.

O Secretário de Comunicação de Nossa Senhora do Socorro, Renato Nogueira, explica que a reunião marcada para esta tarde de quinta-feira, 28, visa detalhar os acontecimentos a fim de propiciar uma rápida identificação dos envolvidos. “Essa questão se trata de um caso em que nós queremos saber que foram esses meliantes”, pontua. “É de interesse nosso realmente saber que são os responsáveis e responsabilizá-los”, completa.

por João Paulo Schneider e Aisla Vasconcelos

Comentários