Eduardo Pelella é eleito novo procurador-chefe do MPF

0

Os membros do Ministério Público Federal em Sergipe (MPF/SE) reuniram-se na manhã desta quinta-feira, 11 de fevereiro, para a escolha da nova direção do órgão. O procurador da República Eduardo Pelella foi eleito o novo procurador-chefe e terá como substituto o procurador Sílvio Roberto Oliveira Amorim Junior. Deixará a chefia a procuradora Eunice Dantas Carvalho, que permanecerá atuando nos ofícios de defesa do patrimônio público, voltados ao combate à corrupção e a outros atos de improbidade administrativa.

Também foi escolhido pelo colégio de procuradores o novo procurador Regional Eleitoral, que terá a missão de chefiar o Ministério Público Eleitoral em Sergipe nas eleições deste ano. Trata-se do procurador da República Ruy Nestor Bastos Mello, tendo como substituta a procuradora Lívia Nascimento Tinôco. Serão auxiliados durante as eleições pelos procuradores Eleitorais Auxiliares Pablo Coutinho Barreto e José Rômulo Silva Almeida. Deixa as funções eleitorais, no final de março, o procurador Paulo Guedes, que assume a Coordenação Criminal do órgão.

Encerrando-se igualmente o mandato da procuradora Regional dos Direitos do Cidadão Gicelma Santos do Nascimento, quem assume a função é o procurador Pablo Coutinho Barreto, que terá como substituto José Rômulo Silva Almeida. Gicelma Santos do Nascimento atuará no grupo de tutela coletiva, com atribuições na defesa dos consumidores, do meio ambiente e minorias étnicas.

O procurador Bruno Freire de Carvalho Calabrich assume a Coordenação dos Ofícios do Patrimônio Público, composto por três procuradores. O procurador Regional da República Gilson Gama Monteiro permanece no exercício de funções criminais e representando o Ministério Público Federal no Conselho Penitenciário.

Além dos novos nomes, foram debatidos temas de relevância, inclusive a continuidade do processo da Operação Fox. Como muitos prefeitos não foram reeleitos, o processo contra eles volta a correr perante a Justiça Federal em Sergipe, o que, na avaliação dos procuradores, pode acelerar o seu andamento.

Todos os procuradores estiveram presentes à reunião e ao final o clima era de satisfação com o desempenho do Ministério Público Federal no Estado. “O MPF tem consolidado e aperfeiçoado a sua atuação e goza de credibilidade junto à sociedade sergipana”, declarou a procuradora Eunice Dantas Carvalho, que fica até maio na chefia administrativa da unidade.

Fonte: MPF/SE

Comentários