Eliezer é ouvido na 6° Vara Criminal

0

No dia 18 de maio acontece a ouvida das testemunahs de acusação
O tenente-coronel Eliezer Santana foi interrogado na manhã desta quinta-feira, 23, no auditório da Auditoria Militar da 6° Vara Criminal. A audiência de interrogatório e qualificação foi presidida pelo juiz Diógenes Barreto e teve a participação de quatro oficiais que compõem o Conselho Especial da Polícia Militar e do promotor Jarbas Adelino.

Após a audiência, Eliezer, que está preso no Quartel Militar há 10 dias, não pôde falar com a imprensa. O advogado de defesa, Aníbal Monteiro, informou que seu cliente respondeu aos questionamentos e praticamente não revelou nada de novo. Disse ainda que irá entrar com novo habbeas corpus

Eliezer saiu sem falar com a imprensa
para que ele possa responder em liberdade. “O juiz entendeu que até o desfecho do caso o Eliezer deve ficar preso para garantir a ordem pública”.

A esposa do tenente-coronel, Andréa Menezes, aguardou o fim da audiência do lado de fora do auditório da Auditoria Militar e ao final disse que ficou um tanto decepcionada. “A minha expectativa era que ele fosse solto hoje, pois ele já respondeu e já foi inocentado. Isso já deveria ter tido um fim”, afirmou, acrescentando que acredita que “vão insistir nas acusações”.

O juiz Diógenes Barreto não quis fazer declarações sobre a audiência. Ele apenas informou que no dia 18 de maio será feita a ouvida das testemunhas de
Diógenes Barreto, juiz da 6° Vara Criminal
acusação e em seguida as de defesa, se o advogado achar necessário.

O caso

A prisão do tenente-coronel Eliezer Santana, ex-diretor do Presídio Militar, foi decretada pelo juiz Diógenes Barreto no último dia 9, sob a alegação de que ele abusou das prerrogativas de ser oficial superior para destruir e falsificar sua ficha disciplinar, processo que segundo o advogado Aníbal, já teria sido encerrado em 2008, depois de ter passado pelo Conselho de Justificação da PM.

Por Carla Sousa

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais