Entidades sindicais lançam abaixo-assinado contra aumento da tarifa de ônibus

0

População adere ao movimento e assina o abaixo-assinado (Fotos: Portal Infonet)

Na manhã desta sexta-feira, 21, entidades sindicais e políticas se reuniram no Calçadão da João Pessoa, localizado no centro da cidade, para realizar lançamento de um abaixo-assinado contra o reajuste da tarifa de ônibus, que pode aumentar para R$2,45.

No manifesto, estavam presentes líderes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB), Partido Socialismo e Liberdade (PSOL),  Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU), Sindicato de servidores da UFS (Sintufs) e o Partido Comunista Brasileiro(PCB).

O presidente da Central Única dos Trabalhadores, Rubens Marques, conhecido como Professor Dudu, ressaltou a importância do abaixo-assinado. ”O abaixo-assinado só funciona com muitas assinaturas mas além disso, ele funciona também para a população se interar com o assunto e com a CUT. Se a pessoa assina, ela faz parte da luta”, disse o presidente. Para ele, os movimentos que vem acontecendo em toda a cidade estão surtindo efeito, pois, segundo ele, o reajuste da tarifa já deveria ter sido divulgado.

O vereador Dr. Emerson apoia o movimento
O vereador Dr. Emerson, do Partido dos Trabalhadores (PT), também esteve presente no ato púlico. ”Estou apoiando o movimento. Queremos discutir planilha de custos e elaborar uma tarifa que seja justa e caiba no bolso do trabalhador”, informou o vereador.

Outras entidades

Em reunião, as entidades que organizam movimentos contra o aumento da tarifa decidiram-se pela união do movimento, visto que são para o mesmo fim. O secretária de juventude da CTB, Dayvid Souza, ressalta a importância de juntar as entidades sindicais e políticas em um só objetivo. “Estavam ocorrendo movimentos isolados, mas decidimos que juntos poderemos ser mais forte, afinal essa luta é de todos”.

O representante da direção estadual do PSTU, Zeca Oliveira, espera que o documento expresse o sentimento de revolta da população a respeito do aumento. “A população esse ano não está disposta a aceitar esse aumento”, disse Zeca.

A expectativa das entidades é que seja recolhida durante toda a semana que vem o maior número possível de assinaturas da população. O abaixo-assinado percorrerá todo o centro da cidade, além dos terminais de integração de ônibus e depois será levado à prefeitura para reforçar o ofício já entregue pela CUT na manhã da última quinta-feira, 20.

População

Populares que passavam pelo local do abaixo-assinado, se disponibilizaram para assinar o documento. “Eu vou assinar, porque é um absurdo esse aumento. As condições dos ônibus estão péssimas”, protestou a manicure Wiginelania Oliveira.

SMTT

Segundo a assessoria de comunicação da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito(SMTT), o possível reajuste da tarifa de ônibus ainda está em fase análise e não há uma previsão de data para divulgação da nova tarifa.

Comentários