Equipe de Educação para o Trânsito da SMTT realiza fiscalização na av. Barão de Maruim

0

Motorista flagrado recebe orientação de agente da SMTT
A equipe de Educação para o Trânsito da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) realizou na tarde desta sexta-feira, 3, um trabalho de fiscalização e conscientização com pedestres e motoristas na avenida Barão de Maruim. A intenção era flagrar veículos estacionados nas calçadas, obstruídas para a passagem de transeuntes, e tratar da importância da sinalização.

De acordo com o capitão J. Luiz, da Coordenação de Trânsito, “o trabalho de conscientização na avenida vem sendo realizado há alguns meses, agora estamos fiscalizando o cumprimento e autuando os infratores”, explica. Além da coordenadora de Educação para o Trânsito, Marieta Falcão, 25 agentes e coordenadores também participaram da ação.

Apolinário Melo reconhece importância da conscientização
A equipe atuou no trecho que vai da avenida Ivo do Prado à Praça da Bandeira. Após alguns minutos, quando as equipes chegaram à Praça Camerino, seis carros já tinham sido flagrados em situação irregular. “Muitos motoristas tentam contornar a situação, dizendo que pararam por cinco minutos, ou que não iam demorar, mas não podemos deixar de fazer o trabalho”, explica o capitão.

Luziene Lima, uma das educadoras, diz como é feita a conscientização dos pedestres: “Nossa orientação é para que eles atravessem na faixa e também respeitem a sinalização. Para reforçar a palavra, estamos entregando folhetos explicativos”, conta.

O pedestre Apolinário Melo, reconhece a importância da iniciativa: “Acho que esse trabalho de conscientização é importante porque esta é uma situação nova nessa área. Estacionar aqui virou um ciclo vicioso e as pessoas precisam ser acostumadas à nova realidade. Às vezes fica ruim mesmo para atravessar aqui. É importante que isso não aconteça apenas hoje”, diz.

Flagrado enquanto estava parado na calçada de um posto de gasolina, o motorista José Carlos da Silva quase foi multado. “Parei só para ir à Farmácia, foi bem rapidinho”, tenta esquivar-se. Entretanto, ele reconhece a importância do trabalho: “é um trabalho importante, porque a calçada tem que estar livre mesmo para o pedestre e, desse jeito, minimizar os acidentes”, reconhece.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais