Estelionatários vendem terreno de homem desaparecido

0
Estelionatários vendem terreno de homem desaparecido desde 2007 (Imagem: SSP)

A Polícia Civil, por meio da 6ª Delegacia Metropolitana, solicita à população que denuncie sobre o paradeiro do comparsa de José Milton de Almeida, acusado de vender de forma fraudulenta um terreno situado em frente à Universidade Federal de Sergipe, Campus São Cristóvão, com prejuízo de quase de R$150.000,00 ao comprador.

De acordo com as investigações, o corretor José Milton e o comparsa venderam o terreno de Rosalvo Carvalho de Jesus, comerciante do mercado Albano Franco e desaparecido desde março de 2007, quando se deslocou à Barra dos Coqueiros para tratar de negócios imobiliários.

"Em 25 de julho do ano passado, o procurado usou documentos falsos em nome do desaparecido e transferiu uma das propriedades em conluio com o corretor de imóveis José Milton, que a vendeu causando prejuízo de mais de R$140 mil a terceiros. A pessoa da foto precisa prestar esclarecimentos à polícia sobre os crimes de falsidade de documento público, estelionato e possivelmente pelo desaparecimento de Rosalvo", relata o titular da 6ªDM, delegado Joel Ferreira.

As informações podem ser passadas diretamente à 6ªDM, por meio do telefone (079) 3257-9550, ou através das ferramentas do Disque Denúncia, no número 181 ou aplicativo Disque Denúncia SE. O anonimato é garantido.

Fonte: SSP

Comentários