“Eu não sou marionete do PFL”

0

É notório que o candidato mais otimista das eleições para o Governo de Sergipe é Nilo Oliveira, o Nilo Metalúrgico. Consciente de que vai mesmo para o segundo turno, o candidato não poupa comentários à cerca de seus adversários e se diz confiante. “Nós vamos ganhar as eleições em oito municípios. Em Muribeca, estamos com 71% das intenções de voto”, diz Nilo Metalúrgico. Sobre o segundo turno: “Já temos clareza de que estaremos lá. Eu quero apresentar para a sociedade os candidatos que não dizem que tem apoio dos Francos, mas têm e, se qualquer um deles quiser apoiar a Nilo Metalúrgico, que seja bem-vindo. Não queremos apoio camuflado. Todos os outros três candidatos têm apoio dos Franco”, diz ele. Nilo nega ainda qualquer tipo de apoio aos seus – segundo ele – três principais concorrentes, “Chico, João e Zé”. “Se por um acaso acontecer uma zebra e não passarmos para o segundo turno, podemos discutir se Adelmo Macedo, Heitor Pereira ou Antônio Carlos for para o segundo turno eu apóio. Já os outros três são iguais e eu não apóio”, diz ele. Um ouvinte do programa “Fala Sergipe”, do radialista Fábio Henrique, onde Nilo discursava agora pela manhã, disse que o candidato não deveria ir nem para o primeiro turno muito menos para o segundo. O ouvinte disse ainda que Nilo é “marionete do PFL”. “Eu não sou marionete do PFL. O povo poderia achar que eu sou marionete de Rollemberg, porque no debate da TV Cidade eu não o detonei com perguntas ofensivas”, diz Nilo, ressaltando: “mesmo que eu perca as eleições eu quero sentir de perto a disputa com os grandes”.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais