Faculdade era vítima de golpes em mensalidades atrasadas

0
Akilles e Marx são considerados os principais articuladores do esquema (Foto: Portal Infonet) 

Os quatro presos na Operação Cavalo de Tróia são responsáveis por uma sequência de fraudes contra uma faculdade de Aracaju, que não teve nome revelado pela Polícia. Marx Diego de Melo, Akilles Alberto Silva de Lima, e as irmãs Anne Kledja de Almeida Rocha e Arianne Almeida Rocha são acusados de estelionato e associação criminosa. Eles foram presos nos bairros Coroa do Meio e Ponto Novo.

Na dinâmica do crime, Marx, que era funcionário da faculdade, tinha acesso ao nome dos alunos com mensalidades atrasadas com a faculdade e passava para o Akilles. Ele era o responsável por abordar esses alunos se apresentando em nome da instituição, e oferecia descontos para quitar os débitos. Marx dava baixa no sistema da faculdade, e o dinheiro era desviado para os criminosos. Segundo a delegada de Defraudações, o rombo para a instituição de ensino é de meio milhão de reais. A Polícia também levantou indícios que as irmãs Anne e Arianne foram inseridas no esquema. A conclusão do inquérito deve apontar a função de cada uma delas.

Confira matéria completa no vídeo: 

Comentários