‘Falso PM’ prestará esclarecimentos em juízo pela contravenção

0
‘Falso PM’ prestará esclarecimentos em juízo pela contravenção  (Foto: Sergipe Notícias)

O homem detido pela Polícia Militar (PM) no último sábado, 10, por suspeita de se passar por um membro da corporação assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), foi liberado e deverá prestar esclarecimentos em juízo por conta da conduta.

O acusado foi identificado como Alan de Jesus Santos. Na ocasião de sua prisão, ele circulava no centro em atitude suspeita. A PM desconfiou do seu comportamento, o interrogou e constatou que ele portava uma arma de brinquedo.

De acordo com o coronel Vivaldy Cabral, comandante do policiamento da capital, após o flagrante, ele foi levado para a Delegacia Plantonista, onde foi assinado o TOC. Alan será enquadrado no artigo 46 da Lei de Contravenções Penais, que dispõe sobre o uso público de “uniforme ou distintivo de função pública que não exerce”.

Ele não informou onde conseguiu o uniforme da Polícia Militar. As punições possíveis são o pagamento de multa, medida restritiva de direitos ou prestação de serviços comunitários.

Por Victor Siqueira

Comentários