Família acredita que corpo localizado é de parente desaparecido

0
Evandro Menezes: desaparecido desde 11 de julho de 2019 (Foto: Arquivo da Família)

O Instituto Médico Legal (IML) ainda não confirma, mas para a família não há dúvidas de que o corpo encontrado em decomposição nas proximidades do povoado Serra do Machado, em Ribeirópolis, é o de Evandro Menezes de Souza, desaparecido desde o início de julho deste ano, quando foi visto pela última vez no povoado Moita de Cima, em Moita Bonita.

Aproximadamente 6 km separam o povoado Moita de Cima do local onde o cadáver, que supostamente é de Evandro, foi localizado por populares 17 dias após o desaparecimento. O irmão, Sérgio Menezes, diz que, se dependesse dele, o corpo já seria liberado para sepultamento. “Eles não fizeram ainda [a averiguação] mas eu sei que é ele. Reconheci pelos dentes, que eram quebrados, e as roupas e sandálias.”, indica o irmão.

Conforme Sérgio, a próxima sexta-feira, 9, será um dia crucial para a família, pois uma de suas irmãs irá até o instituto, em Aracaju, a fim de se cadastrar na lista de chamada para exame de DNA.

Uma amiga ligada à família de Evandro e Sérgio informou ao Portal Infonet que a vítima estava em estado mental abalado devido a uma recente perda familiar e que isso teria o motivado a adentrar a vegetação em direção ao povoado Moita de Cima, onde o corpo fora encontrado.

No dia da localização do cadáver, uma viatura da 3ª Companhia do 3º Batalhão de Polícia Militar foi acionada e, no local, constatou o estado avançado de decomposição da vítima. A perícia e o IML foram acionados e a investigação ficou a cargo da Polícia Civil da região.

por Daniel Rezende

Comentários