Família de menina raptada está desesperada

0

Qualquer informação sobre o paradeiro  deve ser comunicada à polícia
Continua desaparecida a menina Camille Souza Santos, de cinco anos, que teria sido raptada pela ex-companheira de um vizinho da família conhecido como Júnior. A suspeita seqüestrou a garota no sábado, 30, dizendo aos pais dela que a levaria para um culto em uma igreja do bairro Porto D’anta, onde vive Camille.

Após 24 horas do sumiço da menina, a população local quase linchou Júnior por achar que ele tem algum envolvimento com o rapto. “Ele já foi preso uma vez por aliciamento de menores. Pegaram ele embarcando com uma menina para Maceió”, diz um tio de Camille.

Segundo os vizinhos, ele logo procurou ajuda da polícia, mas foi detido e permanece em uma delegacia da capital. A avó da garota, Maria José, diz que naquele momento ninguém se preocupou nem em saber o nome da mulher por ser uma pessoa próxima e que estava levando a menina para a igreja.

A avó teme que a neta esteja passando mal devido ao tempo frio, pois ela tem problemas respiratórios. A mulher que teria seqüestrado Camille se chama Josefa Ieda, tem os cabelos curtos, é negra e seria natural da cidade de Itabaianinha, segundo familiares da vítima. Qualquer informação sobre o paradeiro dela deve ser informada á polícia.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais