Família fala sobre agressão de professor

0

A máe desesperada com a situação procura ajuda na bíblia (Fotos: Portal Infonet) 
Familiares do professor preso acusado de ter agredido a dona de casa Simone Vieira Soares, de 40 anos, arrancando parte da língua dela com uma mordida, contam que Vanderlan mantinha uma relação extra-conjugal com a vítima há três anos. A mãe do professor, Ana Maria Oliveira Ramos, de 56 anos, afirma que a relação entre Vandelan e Simone era bastante tumultuada e que, apesar do relacionamento, Vanderlan nunca deixou a esposa, com quem é casado há 16 anos.

“Eles sempre brigavam, essa não foi à primeira vez. Simone vinha para a minha porta fazer escândalo, com palavras de baixo calão e também fazia ameaças. Os vizinhos são testemunhas que no dia que tudo isso aconteceu ela veio aqui e quebrou o pára-brisa do carro dele e só não invadiu a casa porque o portão estava fechado”, conta.

A esposa de Vanderlan, Rosangela Oliveira Santos

Segundo Ana Maria, Simone teria quebrado o vidro do carro de Vanderlan
Ramos, afirma que tinha conhecimento da relação, mas nunca deixou o marido. Rosangela esclarece ainda que Vanderlan nunca foi uma pessoa agressiva.

“Nesses anos de casamentos, ele nunca me ofendeu nem gritou comigo, é uma pessoa boa, ele não é esse monstro que estão dizendo. Quando vir ele na cadeia disse que não se preocupe porque amo ele”, declara a mulher, que é mãe de três filhos do professor.

No primeiro contato que teve com o filho, Ana Maria disse que Vanderlan pediu perdão e estava desesperado. “Fui visitá-lo na tarde de ontem [26], quando ele viu a mim e à esposa e pediu perdão, dizendo que não é um monstro. Ele estava chorando muito, perguntou pelos alunos estava preocupado com todos da família”, diz.

Mãe faz questão de mostrar que o filho é casado ereconhece que ele errou
A desembargadora Geni Silveira Schuster negou, na manhã desta quinta-feira, 27, o pedido de habeas corpus e manteve a prisão preventiva de Vanderlan Oliveira Ramos.

Acusação  

De acordo com um dos filhos da vítima, Kissney Alisson Soares de Jesus, de 23 anos, a motivação da agressão foi ciúmes. “Do tempo que vivem juntos ele sempre teve ciúmes dela. Neste domingo, quando ele tentava enforcar minha mãe, ela colocou a língua para fora e acabou tendo um pedaço da sua língua arrancada por Vanderlan. Inclusive, ele engoliu depois”, relata.

Kissney diz que as agressões contra Simone eram constantes. “Esta não foi a primeira vez que ele

A vítima teve parte da língua arrancada
bate nela. Ele tinha ciúmes até de nós, que somos seus filhos. Batia nela quando a gente não estava. Eu estou revoltado com esta situação”, desabafa o filho. A filha da vítima, Kissnay Marrone Soares de Jesus, 18, conta que também já foi agredida pelo padrasto.

Por Kátia Susanna 

Comentários