Feira de Livros: economia no bolso do consumidor

0

Feira de Livros é sinônimo de economia
Fim de ano é sinônimo de festas, presentes e muitas despesas, com o pagamento do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU), matrícula na rede de ensino e principalmente materiais escolares.  Fato esse que pesa no bolso dos pais, que se apressam e correm até as feiras de livros espalhadas pela capital, com o objetivo de economizar no final do ano e ainda sobrar um dinheirinho para o início do ano seguinte.

A todo o momento, novas feiras de livros surgem na capital sergipana, como é o caso da I Feira de livros Páginas Coloridas, localizada na rua Tenente Cleto Campelo, nº 314, no bairro 18 do Forte, e que tem como proprietária a dona de casa Maristela Vieira de Melo. A feira teve início dia 22 de novembro e se estenderá até 26 de fevereiro de 2011.

Para Maristela Vieira a feira é em homenagem ao filho
Apesar de estar na sua 1ª edição, a feira já conta com 200 livros, que vão do 2º ano (antiga 1º série do ensino fundamental) até o ensino médio. O acervo ainda dispõe de livros de religião, artes, filosofia e romances. Economizar com preços acessíveis, que variam de R$ 5,00 a R$ 40,00 reais, conscientizar para a conservação do livro e o lado filantrópico, feito através da doação a uma entidade, são os principais eixos que fizeram com que a I Feira Páginas Coloridas fosse criada, nome esse dado em homenagem ao filho de dona Maristela Vieira, que morreu há dois anos, vítima de anemia falciforme.

A ‘Páginas Coloridas” só trabalha pelo sistema de consignação, que é quando o livro é entregue na feira e o dono do livro assina um contrato no qual divide parte do valor com a proprietária da feira. “O dono do livro tem até o dia 26 de fevereiro para retirar o livro caso não seja vendido e ao passar da data, o livro será doado a uma instituição voltada para o tratamento na área de oncologia”, destaca Maristela Vieira.

A proprietária Maristela Vieira ainda enfatiza o benefício da economia para bolso dos clientes. A economia pode girar em torno de 40% a 50%. Um livro novo não sai por menos de R$ 80,00 e aqui ele pode encontrar por R$ 40,00”garante.

Mesma afirmação compartilhada pela dona de casa Maria Genivalda Vieira de Santana, que tem o hábito de freqüentar a feira de livro para comprar e vender os livros. “No colégio onde minha filha estuda já tem a feira de livros. A economia é visível para o bolso dos pais. Ano passado gastei apenas R$ 400,00 reais com os livros de minha filha, sendo que se eu fosse comprar novos, gastaria uma media de R$ 1 mil”, garante a dona de casa.

Feiras de Livros se espalham na capital

Luiza Helena (à esq) pioneira no Siqueira Campos (Foto: Portal Infonet)
“Criei a feira porque tinha dois filhos na escola particular e ficava uma despesa muito grande para comprar os livros escolares. Foi aí que separei uma sala em minha casa e passei a vender livros usados”, destaca Luiza Helena Bezerra Gomes, proprietária da Feira de Livros do Siqueira Campos.

A Feira de Livros da dona de casa Luiza Helena Bezerra foi a pioneira no bairro Siqueira Campos e este ano já completa 8 anos. “Hoje o bairro já conta com outras feiras, mas eu fui a pioneira e ja conto com uma clientela fixa, que em 2009 cheguei a registrar 450 cadastros de clientes”, conta satisfeita.

Onde Achar

A I Feira Páginas Coloridas fica localizada na Rua Tenente Cleto Campelo, nº 314, bairro 18 do Forte. Contato: (0xx79) 3236-2977//9801-2296. A feira fica aberta de segunda a sexta, das 8 às 19h e aos sábados, das 9h às 17h.

A Feira do Siqueira Campos fica localizada na Rua Vereador João Claro, nº 305, bairro Siqueira Campos. Contatos: (0xx79) 9932-3684//9957-3764. A feira fica aberta de segunda a sexta, das 8h às 19h.

Abaixo, no espaço comentários, você pode publicar outros endereços de feiras de livros.


 

Comentários