Ferros-velhos permanecem fechados na Euclides

0

Estabelecimentos permanecem fechados (Fotos: Portal Infonet)
Três dias após a operação da Polícia Civil em parceria com a Polícia Militar que fechou várias autopeças e ferros-velhos da avenida Euclides Figueiredo, no trecho entre a Av. Maranhão e o bairro Santos Dummont, a maioria dos estabelecimentos permanecem fechado no local. Muitos comerciantes se dizem injustiçados com a ação da polícia e preferem não comentar o assunto. Viaturas da polícia que até a última quarta-feira, 22, permaneciam no local, fiscalizando a área não estavam na avenida na manhã desta quinta-feira, 23.

A operação realizada na última terça-feira, 23, decoreu do fim do prazo para que os estabelecimentos tinham para credenciamento no Detran. De acordo com o comandante de Policiamento Militar da Capital, coronel Iunes, os comerciantes

Autopeças e ferros-velhos foram fechados
tiveram um ano para regularizar o alvará de funcionamento junto ao Detran. “Estamos agindo pela legalidade desses estabelecimentos. Todos que estavam sem a documentação correta foram lacrados”, explica.

Durante a fiscalização foram encontradas várias peças usadas de automóveis nos locais. O proprietário de uma autopeça da região, Francisco Vieira, afirmou que a ação foi desorganizada e injusta e que o comércio foi lacrado sem justificativa relevante.

Por Kátia Susanna

 

 

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais