Flashback II: veja o balanço da operação contra o PCC em SE

0

Após o fim da “Operação Flashback II”, deflagrada nas primeiras horas da manhã desta terça-feira, 28, o Gaeco fez o balanço das ações que foram realizadas ao longo desta manhã.

As ações em Sergipe ocorreram em Aracaju e mais cinco municípios. Foram expedidos, pelo Juízo da Comarca de Carira, 14 mandados de busca, apreensão e prisão. A operação envolveu aproximadamente 60 profissionais da área da Segurança Pública.

Segundo o Gaeco, o balanço final da Operação foi o seguinte: 11 Mandados de prisão cumpridos; 01 Resistência; 01 Mandado de prisão de alvo da primeira fase; 02 Mandados de prisão pendentes de cumprimento; 15 Celulares apreendidos; 01 Arma de fogo apreendida; 02 Facas apreendidas; 03 Agendas; 01 Lista com nomes e pequena quantidade de drogas (maconha e cocaína).

Objetivo 

Ainda segundo o Gaeco, o intuito da Operação foi desarticular a nova composição da facção Primeiro Comando da Capital (PCC) que tem base no Mato Grosso do Sul, de onde saem as ordens de justiçamento para todo Brasil. O PCC é uma facção criminosa que comanda rebeliões, assaltos, sequestros, assassinatos e narcotráfico no país, desde 1993. Com hierarquia própria, os integrantes da facção que estão fora dos presídios obedecem a ordens dos líderes, que estão no Sistema Prisional e financiam o crime organizado.

A ação desta terça-feira foi coordenada nacionalmente pelo Grupo Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do Ministério Público de Alagoas. A Operação contou também com o engajamento dos Gaecos dos MPs de Sergipe, Pernambuco, Ceará, Bahia, Paraíba, Piauí, Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Minas Gerais.

por João Paulo Schneider

Com informações do Gaeco/MPSE

Comentários