Florestas de Sergipe são inseridas no Inventário Florestal Nacional

0

O secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Genival Nunes, e o diretor geral do Serviço Florestal Brasileiro (SBF), Antônio Carlos Hummel, assinarão, nesta quinta-feira, 15, termo de Acordo de Cooperação Técnica para a realização do Inventário Florestal Nacional no Estado de Sergipe. O ato será às 10h na sede da Semarh.

Para Genival Nunes, a iniciativa do termo de cooperação entre a Semarh e a SBF culminará na produção de informações estratégicas sobre os recursos florestais do Brasil necessários a formulação, implementação e execução de políticas públicas. “Viabilizará ainda a participação do Estado de Sergipe no cenário do Inventário Florestal Nacional(INF)”, afirmou.

O secretário comemora o fato das informações contidas no inventário servirem para subsidiar a formulação de políticas públicas de desenvolvimento, uso e conservação ambiental no Estado.

A Lei da Gestão de Florestas Públicas, ao alterar o Art. 19 do Código passa para os Estados a responsabilidade pela execução da política florestal. Ciente dessa nova responsabilidade, o Governo de Sergipe, através da Semarh e da sua vinculada Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema), vem implementando ações para o fortalecimento institucional, incluindo ações voltadas à produção de conhecimentos sobre a realidade dos recursos naturais de Sergipe.

SBF

O Inventário Florestal Nacional estará sendo realizado em todo o território brasileiro  a cada cinco anos, o que permitirá o monitoramento das florestas, com fornecimento de informações sobre qualidade e distribuição florestal, detectando mudanças na vegetação, no solo e no clima, inclusive, estabelecendo séries temporais para análises de cenários e tendências.

O Serviço Florestal Brasileiro foi criado há dois anos com a aprovação da Lei de Gestão de Florestas Públicas (Lei 11.284 de 3/3/2006), integrando a estrutura do Ministério do Meio Ambiente. Uma das funções do Serviço Florestal Brasileiro é organizar e implementar o Sistema Nacional de Informações Florestais, que inclui o Sistema Nacional de Parcelas Permanentes e o Inventário Florestal Nacional (IFN).

Fonte: ASN

Comentários