Formatura e medalhas marcam os 97 anos do CBMSE

0
Vice-governador Belivaldo Chagas e o comandante geral do CBMSE, coronel BM José Erivaldo Mendes (Fotos: CBMSE)

Para celebrar os 97 anos da corporação, comemorado em 1º de outubro, o Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE) realizou, nesta terça-feira (03), uma formatura no quartel do comando geral, na Rua Siriri, Centro de Aracaju/SE. Durante a solenidade, foram entregues 44 medalhas de bronze, por tempo de serviço, a profissionais com mais de 10 anos de atuação, e 29 Medalhas de Mérito a personalidades que prestaram notáveis serviços à instituição e militares das Forças Armadas, das Polícias Militares de Sergipe e Alagoas e dos Corpos de Bombeiros de Sergipe, Bahia, Alagoas e Tocantins.

Entre os agraciados estava o capitão de fragata João Batista, da Capitania dos Portos de Sergipe, que destacou a importância da homenagem. “Para mim, é uma satisfação receber essa homenagem do Corpo de Bombeiros, uma instituição parceira, que nos apoia sempre no trabalho conjunto que realizamos aqui no estado, em prol da vida humana. É uma honra estar aqui recebendo essa homenagem e sempre colocando a Marinha à disposição, como nos cursos de formação de condutores de embarcações, em uma parceria que já acontece há bastante tempo”, afirma.

O capitão de fragata ressalta ainda que a concessão dessa medalha é mais uma forma de aumentar a sinergia e a parceria entre as instituições. Quem também corrobora com a opinião do militar da Marinha é o capitão BMSE Nadston Couto, também agraciado com a medalha de merito bombeiro militar. “Estou na corporação há 26 anos e ser homenageado na comemoração do aniversário do quartel traz uma sensação de reconhecimento pelos trabalhos que você presta, não só para a corporação, como também para a sociedade sergipana”, diz capitão Couto.

O comandante geral do CBMSE, coronel BM José Erivaldo Mendes, também enalteceu o aniversário da corporação. “É com muita honra que hoje realizamos essa solenidade em comemoração aos 97 anos do CBMSE. Desde a sua fundação, em 01 de outubro de 1920 que o CBMSE trilha uma história honrada e que leva a corporação ao mais alto conceito perante a sociedade sergipana, avaliado todos os anos como a instituição de maior credibilidade ante a população. Para nós, o nosso maior presente é justamente o reconhecimento do nosso público, da sociedade”.

Durante a solenidade, foram entregues 44 medalhas de bronze

O comandante geral do CBMSE, coronel BM José Erivaldo Mendes, também enalteceu o aniversário da corporação. “É com muita honra que hoje realizamos essa solenidade em comemoração aos 97 anos do CBMSE. Desde a sua fundação, em 01 de outubro de 1920 que o CBMSE trilha uma história honrada e que leva a corporação ao mais alto conceito perante a sociedade sergipana, avaliado todos os anos como a instituição de maior credibilidade ante a população. Para nós, o nosso maior presente é justamente o reconhecimento do nosso público, da sociedade”.

O comandante destaca a importância que o valor da gratidão agrega a corporação. “Hoje nós reconhecemos com um gesto de gratidão instituições e pessoas que colaboram para que a corporação esteja sempre no mais alto conceito junto à sociedade. Isso não é um trabalho fácil. É um trabalho que conta com a colaboração do soldado mais moderno ao comandante-geral. É um trabalho onde nós guardamos a sociedade em seus momentos mais difíceis, seja num incêndio ou num acidente”, finaliza o comandante.

Documentário

Para encerrar a comemoração, foi lançado o documentário “Resgatando Memórias”, dirigido pela Assessoria de Comunicação do CBMSE e produzido por meio de parceria com a Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado da Segurança Pública (Ascom/SSP). Com quase 30 minutos de duração, o filme tem o objetivo de preservar a memória institucional da corporação por meio das falas dos próprios bombeiros da ativa e reformados. O vídeo traz depoimentos de profissionais mostrando relatos de acontecimentos que marcaram a profissão, e, consequentemente, marcaram a história dos bombeiros de Sergipe.

"Por meio da história oral, ajudaremos a manter a corporação viva. O vídeo traz testemunhos de conjunturas marcantes vivenciadas pelos personagens entrevistados. Temos histórias muito interessantes, mostrando a diferença do serviço de combate a incêndio e salvamento de antigamente e de agora, as características das viaturas usadas na época e a evolução dos equipamentos e fardamentos, além de relatos da convivência no dia a dia do quartel”, explica a roteirista e uma das diretoras do documentário, cabo BM Danielle Azevedo.

De acordo com o editor do filme, o produtor audiovisual da Ascom/SSP Sivirino Barbosa, trata-se de um documentário de média metragem que serve como ferramenta para construir, resgatar e preservar a memória do Corpo de Bombeiros de Sergipe. “É interessante frisar que muitas dessas memórias foram perdidas ao longo do tempo, por não haver esse tipo de serviço de resgate. Hoje em dia, com o advento e o alcance cada vez maior do audiovisual, é importante abrir essa porta e usar de fato essa ferramenta da melhor maneira possível. O documentário permitirá que os atuais membros da corporação possam conhecer o passado e se identificar com cada um dos relatos, entendendo como os integrantes que já passaram pelo CBMSE trabalhavam, para que possam assim valorizar a atuação das gerações anteriores e se empenharem cada vez mais”, explica.

Comentários