Funcionário da Gol prestará depoimento nesta quinta

0

Depoimento dará início às investigações para apurar se houve racismo
O funcionário da empresa área Gol, Diego José Gonzaga, agredido verbalmente pela médica Ana Flávia Pinto no saguão do aeroporto de Aracaju no último dia 26 deverá prestar depoimento nesta quinta, 5, às 9h. A investigação do caso está a cargo da coordenadora do Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV), Georlize Teles.

Segundo ela, é a partir do depoimento do Diego, suposta vítima de racismo por parte da médica, que o processo dará início. “É ele quem vai dizer exatamente como tudo aconteceu, minuciosamente. Por enquanto tudo que estou sabendo é através da imprensa e do vídeo veiculado na internet”, explica.

Georlize disse ainda que deverá usar o vídeo como prova caso ele chegue oficialmente às suas mãos. A médica acusada deverá ser convocada num outro momento para prestar esclarecimentos sobre o fato.

O ato de oficialização da queixa será acompanhado pelos movimentos negros que atuam no Estado. Na tarde de ontem, 3, eles estiveram no Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis para cobrar uma apuração rigorosa dos fatos.

Por Carla Sousa

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais