Funcionários da Deso fazem manifestação na porta da empresa

0

A manifestação ocorreu na porta da Deso
Na manhã desta quinta-feira, 4, funcionários da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) fizeram uma manifestação na porta da empresa. Os funcionários denunciam a degradação do patrimônio e as más condições de trabalho que são submetidos. Segundo nota enviada à imprensa, a categoria repudia o descaso e ingerência da Deso, ocasionando má qualidade dos serviços, degradação do meio ambiente e condições insalubres de trabalho.

Propostas de reajuste

No dia 25 de novembro, a  categoria foi à Assembléia Legislativa apresentar as propostas e contrapropostas da Campanha Salarial 2009.

O secretário-geral, Orlando Sandes
Sem aumento real há 13 anos, os empregados apresentaram proposta de ganho real de 6% e reposição da inflação de 7,26%. Em resposta, a diretoria da Companhia enviou aos funcionários a contraproposta que oferece ganho real de 0,4% e reposição da inflação.

De acordo com o secretário geral do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Purificação e Distribuição de Água e em Serviços de Esgotos do Estado de Sergipe (Sindisan), Orlando Sandes, as manifestações pretendem apresentar ao público e à parte da categoria que os reajustes na prestação de serviços, implantados em novembro, não estão sendo revertidos.

“Do reajuste de 11,87% imposto em novembro, apenas 4,78% foi repassado para a folha de pagamento, e nada foi investido na estrutura física da empresa, nem com os funcionários”, diz Orlando.

Os funcionários farão outras manifestações ao longo do mês. Lugares públicos como universidades, rodoviárias, a Orla de Atalaia e o Calçadão do Centro serão foco de exibições da categoria.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais