Funcionários da Super-Receita estão paralisados

0

Os servidores da receita realizaram um café da manhã em frente ao prédio, como forma de protesto
Os técnicos de Seguro Social da chamada ‘Super-receita’ estão paralisados desde ontem, 3, em todo o país. O motivo é o não cumprimento pelo Governo Federal do artº 12 da lei 11.457, que fala sobre a redistribuição desses profissionais na Receita Federal. Após quase 180 dias de aprovada a lei, os funcionários ainda estão sem carreira dentro da chamada ‘Super-Receita’.

“É uma loucura o que o Governo fez com a gente. Deixou os técnicos de Seguro Social pairando no ar”, diz Clédna Ferreira, servidora em Sergipe que está nessa situação. Os técnicos, que eram da antiga receita previdenciária, estão trabalhando sem cargo específico na Receita Federal. Isso porque no momento em que o Governo unificou Receita Previdenciária e Federal, o cargo de técnico foi extinto.

No entanto, os outros cargos de auditor e de analista foram criados, e os servidores já foram redistribuídos para a Receita Federal. Outro ponto agravante é que os servidores têm até o dia 29 de outubro para decidir se ficam na super-receita ou voltam para o INSS. “Agora se todos nós

A servidora Clédna Ferreira
retornarmos, o serviço que fazemos hoje em dia vai ficar com a Receita. E ela ainda não tem pessoal habilitado para isso”, explica Clédna.

Os servidores querem que o Governo Federal cumpra o artigo 12, e redistribua os técnicos. Além da paralisação de hoje, os servidores irão realizar uma ‘operação padrão’, durante tempo indeterminado para pressionar o Governo a dar uma opinião. Em Sergipe aproximadamente 60 servidores estão nessa situação.

Em nível nacional, a classe conta com o apoio dos oito líderes do senado. Os deputados federais Iran Barbosa (PT) e Valadares Filho (PSB) também já demonstraram apoio aos servidores que estão em Sergipe.

Por Ben-Hur Correia e Gabriela Amorim

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais