Gualberto critica orçamento aprovado pela Assembléia

0

A peça orçamentária para 2005 enviada pelo governo do Estado à Assembléia Legislativa e aprovada hoje, dia 9, pelo parlamento, foi criticada pelo deputado estadual Francisco Gualberto (PT). O petista, que juntamente com a bancada de oposição foi contrário à aprovação do orçamento enviado, com o texto na íntegra, pelo Poder Executivo, questionou a diminuição das verbas para as questões sociais em relação ao projeto de 2004 e a falta de uma previsão para reajuste do salário do servidor público.

Gualberto classificou ainda de absurda a possibilidade do governo do Estado poder remanejar 50% do orçamento aprovado a seu próprio critério, descaracterizando o trabalho dos deputados estaduais. O petista citou, por exemplo, que o governo Federal tenta negociar atualmente no Congresso Nacional a possibilidade de alterar por conta própria 20% do orçamento. Na Prefeitura de Aracaju, o índice que está sendo negociado com os vereadores do município é de 30%.

“Aumentar para 50% o índice de remanejamento do orçamento é praticamente tirar dos deputados estaduais a prerrogativa de fiscalizar o Poder Executivo. Imagine o absurdo: na hora que desejar, por motivos que lhe achar conveniente, o governo do Estado tira o dinheiro de uma secretaria ou de um órgão, bota em outro e está tudo bem”, diz Gualberto.


 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais