Homem é condenado a 26 anos de prisão por matar mulher em seresta

0
Homem foi condenado a 26 anos de prisão (Foto: arquivo PM/SE)

Um homem identificado como Leone Santos Costa, foi condenado a 26 anos e quatro meses de reclusão pelos crimes de homicídio qualificado, tentativa de homicídio qualificado e porte ilegal de arma de fogo. Ele foi considerado culpado pelo assassinato de Brena Sthefanie Santos Melo. O crime ocorreu em agosto de 2017, em uma seresta no Centro de Aracaju, mas o julgamento foi realizada nesta terça-feira, 3.

Na época, o segurança da seresta, identificado como Cleverton Santos Oliveira, também foi alvejado a tiros, mas sobreviveu. Leone Santos Costa, conhecido como ‘Leone da Pela Porco’, foi preso logo depois do crime e confessou que recebeu R$ 600 de um traficante para executar Brena Sthefanie.

O réu tem uma extensa ficha criminal e é suspeito de cerca de 50 homicídios na cidade baiana de Feira de Santana. Ele era líder da facção criminosa Caveira, também do município de Feira, e na época do crime em Aracaju, estava escondido na região metropolitana da capital sergipana.

Por Verlane Estácio

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais