Homem é espancado e morre

0

Familiares pedem Justiça
Um crime chocou os moradores do povoado Rita Cacete, localizado no município de São Cristovão, distante cerca de 25 Km da capital sergipana. A informação é de que um homem identificado como Raimundo Santos Araujo, de 36 anos, foi espancado por dois adolescentes na tarde da última segunda-feira, 10.

De acordo com familiares da vítima, Raimundo bebia muito e teria saído da residência por volta das 13h, quando retornou para casa estava com as roupas sujas e chegou a comentar com a irmã que dois adolescentes que moram no povoado tinham espancado ele com chutes e pontapés e que tinha jogado uma jaca na barriga da vítima.

Muito preocupada com a situação do irmão, a dona de casa Maria José Santos Santana pediu para que a filha preparasse

Policiais estiveram no local
um chá de ervas. “Ele chegou a dizer que estava sentindo muitas dores, mas já estava noite e aqui para sair de casa é difícil, então achei melhor ele tomar o chá e levar ele para o hospital somente pela manhã. Não deu tempo”, lembra.

Durante a madrugada dessa terça-feira, 11, Raimundo passou muito mal e faleceu sem assistência médica. “Ele disse que quem bateu nele foram Keu e Robson. Só quero Justiça para o meu irmão que tinha duas filhas, ele só bebia muito, mas não fazia mal a ninguém”, afirmou Maria José.

O delegado André Gouveia esteve na casa de Raimundo e saiu em diligência com a equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) para tentar localizar os envolvidos.

Falta estrutura

O acesso ao povoado é complicado / Fotos: Portal Infonet
O acesso ao povoado Rita Cacete é difícil, a rua de piçarra têm muitos buracos e em vários trechos a lama toma conta da estrada. A dona de casa Maria José diz que mesmo passando transporte público pelo local é preciso a pavimentação da principal avenida da localidade. “É difícil a gente chamar uma ambulância para vir até aqui porque a rua está toda danificada”, comenta.

 

Por Kátia Susanna

Comentários