Homem é preso acusado de extorquir e estuprar crianças e adolescentes

0
Todos esses crimes juntos são chamados pela doutrina jurídica de “sextorsão”, segundo a SSP. (Pixabay)

Um homem de 36 anos foi preso pela Polícia Civil suspeito de extorquir e estuprar crianças e adolescentes em, ao menos, três municípios sergipanos: Campo do Brito, Macambira e São Domingos. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a prisão foi feita nesta última sexta-feira, 31, em Campo do Brito, e a investigação comprovou que a

Armas apreendidas com o suspeito (Foto: SSP)

prática criminosa já ocorria há anos e nesse período foram cometidos os crimes de extorsão, estupro, falsa identidade e difamação. Todos esses crimes juntos são chamados pela doutrina jurídica de “sextorsão”, segundo a SSP.

De acordo com o delegado de Campo Brito, Wilkson Vasco, que também é titular das Delegacias de São Domingos e Macambira, o suspeito se especializou nesse tipo de conduta criminosa. “Ele criava perfis falsos de aplicativos de redes sociais e passava a paquerar mulheres, em especial adolescentes; após, fazendo declaração de amor, insistia em conseguir fotos sensuais das vítimas (nudes); quando conseguia passava a exigir dinheiro para não divulgar as fotos (incidindo no crime de extorsão); se a pessoa não paga de imediato, ele passa a xingar a vítima para seus amigos de rede social (difamação), para convencer que sua ameaça é real; se a vítima está sem dinheiro, exigia sexo (resultando em estupro pela grave ameaça)”, explicou Vasco como funcionava a dinâmica dos crimes.

A SSP detalha que há cerca de um ano, no celular do investigado, foram encontrados vídeos e fotos de crianças e adolescentes em cenas de sexo explícito ou pornográfica e que foram compartilhados pelo whatsapp. “Em depoimento, uma das vítimas afirma ter sido forçada a realizar em torno de dez atos sexuais e, mesmo com o choro convulsivo da jovem, o agressor não se comoveu e continuou o abuso sexual”, relatou o delegado Vasco.

A SSP destaca ainda que  com o suspeito foram apreendidos um carregador de pistola do tipo bereta; 13 munições calibre 22; um canivete grande; um celular; uma pistola Taurus, modelo bereta; três munições calibre 32; pendrives, CD e um notebook. O suspeito já responde por quatro procedimentos criminais.

por João Paulo Schneider

Com informações da SSP

Comentários