Homem mata companheira à facadas e se entrega à polícia

0
Suspeito se entrega na Delegacia de Tobias Barreto (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Mais uma violência doméstica termina em tragédia em Sergipe. A dona de casa Valdenice Pereira da Silva, 53, foi atingida por golpes de arma branca e morreu em casa, no conjunto Walter Franco, na cidade de Tobias Barreto. Há suspeita que o crime tenha sido cometido na noite da segunda-feira, 13, mas o corpo só foi encontrado por volta das 13h da terça-feira, 14, pela própria família, segundo informações do tenente-coronel Alexsandro Ribeiro, comandante do 11º Batalhão da Polícia Militar.

Conforme o tenente-coronel, o corpo foi localizado pelos próprios familiares. As pessoas chegaram na casa da vítima, por volta das 13h da terça, e estranharam porque a casa estava fechada e ninguém respondeu ao chamado. Elas forçaram a porta da frente, conseguiram ter acesso ao interior do imóvel e se surpreenderam com a cena: a vítima estava ensanguentada, já sem vida, na sala da casa.

Acionados, os policiais que integram a equipe do 11º BPM chegaram ao local e constataram o crime. Foram realizadas diligências e os policiais identificaram o companheiro dela [Ireno Arcanjo de Souza, 49], como principal suspeito. De acordo com o tenente-coronel, há relatos de brigas constantes entre o casal que morava junto naquele imóvel.

Por volta das 18h da terça-feira, 14, percebendo que estava sendo procurado, o acusado compareceu à Delegacia de Polícia do município e teria confessado o crime, alegando ciúmes, segundo o tenente-coronel Ribeiro. O acusado está preso na Delegacia de Polícia Civil de Tobias Barreto por onde tramitará as investigações.

Outros crimes

Nas últimas 24 horas, o Instituto Médico Legal (IML) registrou outros dois homicídios no Estado: Douglas Coutinho Farias, 25, foi atingido por tiros no conjunto João Alves, em Nossa Senhora do Socorro, e Carlos Alberto  de Lima Santos, 23, também atingido por tiros na Barra dos Coqueiros. As circunstâncias e os motivos destes crimes serão investigados pela Polícia Civil.

por Cassia Santana 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais