Homens invadem casa no Robalo e torturam proprietários

0

Foram encaminhados seis até à delegacia, mas apenas três ficaram presos
Estão presos na Delegacia Plantonista as três pessoas envolvidas no assalto que aconteceu durante a noite dessa segunda-feira, 26, no bairro Robalo. Após torturar e roubar diversos pertences das vítimas, um dos assaltantes teria sido encontrado pela polícia militar no centro da cidade.

O fato aconteceu quando dois homens invadiram a residência de Jomery Pereira de Souza e Neíkisa Rafaela, por volta da 17h de segunda-feira. Os assaltantes torturaram e roubaram os proprietários, além de agredidir o caseiro Epaminondas Raimundo Souza.

“Eles entraram, rederam o caseiro e em seguida mandou que deitássemos na sala e nos amarraram” contou Neíkisa. Depois

Neikisia Rafaela
disso, durante cinco horas, as três vítimas foram ameaçadas de morte o tempo todo. Mesmo assim, o casal manteve a calma. “Eles aterrorizavam a gente, dizendo que iam tocar fogo em tudo, que iriam nos matar, mas ficamos calmos, não nos desesperamos na frente deles”, disse Jomery Pereira.

O proprietário e o caseiro foram os únicos agredidos durante toda a ação. “Graças a Deus eles não fizeram nada com minha esposa, apenas pediram os cartões e as senhas. Se as senhas fossem falsas eles voltariam para nos matar”, acrescentou o proprietário.

Por volta de meia-noite, os dois homens foram embora e a esposa de Jomery conseguiu se soltar. “Quando consegui me desamarrar, soltei meu marido e o caseiro e pedimos ajuda a vizinha, que ligou para a polícia” relatou Rafaela.

Identificação

O caseiro teve o dedo cortado com facão e agredido durante o assalto
No mesmo momento em que o casal prestava queixa na Delegacia Plantonista, policiais conseguiram identificar o carro das vítimas, que havia sido roubado pelos homens durante a ação.

“O carro estava no centro da cidade e dentro dele três homens, sendo um armado. Nós rendemos os três e chegamos até uma casa no bairro Coroa do Meio”, contou o tenente Artur, que fez parte da operação.

Foram encontrados na casa de Fernanda Ferreira S. Bispo, na Coroa do Meio, todos os pertences roubados na casa do casal, além de outros objetos, supostamente roubados em outras residências.

Foram encaminhadas até a delegacia cinco pessoas, além de Fernanda, identificadas como Diego Santos de Jesus, 22 anos, Geová França Sales, 19 anos, D.B.F, menor de idade e Cesar de Oliveira Lima, 23 anos, e Sidney José dos Santos, 27 anos. Estes dois últimos foram reconhecidos pelas vítimas como autores do assalto.

Jomery teve as costas queimas com cigarro e foi agredido com facão.

Segundo o Delegado Jeferson Alverenga, apenas três pessoas serão indiciadas. “Autuados em flagrante, ficarão os dois identificados pelas vítimas além da mulher dona da casa onde foram encontrados os objetos roubados”, informou o delegado. Ele também comentou que os outros serão liberados e servirão como testemunhas.

“Não podemos deixá-los presos, pois eles não foram reconhecidos. Isso não significa que não serão investigados, mas nesse momento eles não são culpados”, finalizou o delegado.

Depois de sair da Delegacia Plantonista, onde fizeram o reconhecimento, Jomery Pereira e o caseiro foram até o Instituto Médico Legal (IML) onde passaram por exames de corpo de delito.

O casal alagoano que mora no Robalo há mais de cinco anos afirma que depois das horas de horror que passaram não ficarão mais no local. “Pretendemos sair o mais rápido possível. Vamos voltar para Maceió”, informou Neikisia.

Por Alcione Martins e Glauco Vinícius

Comentários