Ibama fará estudo sobre aparição de tubarões na costa sergipana

0

Ministérios Públicos Federal e Estadual realizaram audiência para analisar aparições dos tubarões
O Ibama, juntamente com pesquisadores locais, iniciará em meados de janeiro de 2008 uma pesquisa para identificar os motivos das aparições recentes de tubarões na costa sergipana. Nos últimos meses pescadores têm capturado facilmente exemplares de tubarões tigre, cabeça chata e baleeiro. O pesquisador pernambucano Fábio Hazin, especializado em tubarões, foi convidado pelo Ibama/SE para ajudar nas pesquisas.

A decisão foi tomada durante audiência no Ministério Público Estadual (MPE), que reuniu a Marinha, o Ibama e institutos de pesquisa. “A gente tem certeza o trabalho vai sair, inclusive com empenho do Ministério Público Estadual e Federal. Acredito que dá para dar uma resposta para a população”, afirma Fernando Santos, coordenador do núcleo de recursos pesqueiros do Ibama.

Thiago Silveria, do Grupo de Estudos dos Elasmobrânquios de Sergipe (GEES)
Durante a audiência foi apresentado um trabalho de pesquisa sobre o comportamento dos tubarões no litoral sergipano. O autor, Thiago Silveira, do Grupo de Estudo dos Elasmobrânquios (GEES), fez questão de enfatizar que a aparição dos tubarões não significa necessariamente ataques.

“Aqui em Sergipe temos os mesmos tubarões que há em Recife. Mas lá há vários fatores que causam os ataques. Em Sergipe temos um quadro de captura de tubarão de grande porte o que é normal. Existe o risco, mas não é algo alarmante”, diz o pesquisador. Para Thiago, se a captura desses tubarões se intensificar pode haver no futuro um desequilíbrio da cadeia alimentar.

Por Ben-Hur Correia e Gabriela Amorim

Comentários