Idosa fica ferida durante manobra em ônibus coletivo

0
(Foto: Arquivo Infonet)

Uma senhora de 67 anos prestou queixa na Delegacia Plantonista por causa de um corte profundo no couro cabeludo dentro de um ônibus coletivo que seguia sentido shopping Riomar. Segundo a vítima, o motorista realizou uma curva fechada em alta velocidade.

Em depoimento na Delegacia Plantonista, a senhora contou que a lesão na cabeça aconteceu por volta das 16h dia 2 de março no bairro Inácio Barbosa. A vítima sofreu um corte profundo no couro cabeludo devido a pancada que sofreu no interior do ônibus. Ela conta que caiu e bateu a cabeça no ferro da cadeira do motorista.

A senhora foi encaminhada ao pronto socorro de um hospital particular onde foi informada que não havia médico plantonista. Ainda segundo a vítima, havia uma enfermeira no local  que virou as costas e foi embora. A senhora foi encaminhada para outro hospital particular onde foi medicada e levou seis pontos na cabeça.

Segundo a vítima, em BO enviado pela assessoria de comunicação da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), o motorista do veículo se colocou a disposição e dias após o ocorrido enviou uma assistente social e outro representante da empresa. A senhora estava acompanhada da sua irmã de 65 anos no momento do acidente.

De acordo com a assessoria de comunicação da  Viação Progresso e Transporte Tropical o acidente ocorrido no dia 2 de março de 2013, nas proximidades do bairro Inácio Barbosa, envolvendo um ônibus da Transporte Tropical foi solucionado no período citado.

Eles informam também que a senhora, que infelizmente sofreu uma lesão, teve toda assistência necessária da empresa, incluindo assistência com medicamentos, auxílio de uma assistente social que a acompanhou em vários momentos e de outro representante da empresa. Diferente do que foi afirmado acima, a mesma senhora afirmou em seus relatos que o motorista não estava em alta velocidade.

De acordo com informações do Setor de Controle da Viação Progresso e Transporte Tropical, que apurou os vídeos feitos pela câmera interna do veículo, o mesmo não estava em alta velocidade, mesmo assim o colaborador foi chamado e ouvido por seus gestores.

* A matéria foi corrigida às 10h17 e atualizada com a nota da assessoria da Viação progresso às 11h20.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais