Idosa morre dentro de um microônibus em Aracaju

0
Familiares são atendidos pelo motorista e policiais (Fotos: Cássia Santana/Portal Infonet)

A idosa Hilda Borges da Silva, 80, passou mal e morreu na manhã desta quarta-feira, 10, dentro de um microônibus do sistema intermunicipal de transporte alternativo. O coletivo partiria com destino a Gararu, saindo da rodoviária Luís Garcia, no centro de Aracaju, e o motorista acabou impossibilitado de prosseguir viagem, mas providenciou um outro veículo para seguir o destino final com os demais passageiros. O outro microônibus saiu de Aracaju com cerca de dez minutos de atraso, segundo o motorista Anderson Xavier.

A causa da morte não foi definida. O médico Júlio César Mendonça, da equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), informou que a paciente tinha complicações, com problema cardíaco e câncer de mama. Quando a equipe do Samu chegou para fazer o atendimento, a idosa já estava morta, segundo o médico.

O pedreiro Márcio José Santos, neto da vítima, informou que a idosa residia em Porto Real de Colégio. Ela sairia naquele coletivo, desceria em Propriá e, de lá, pegaria um novo transporte para chegar em Porto Real do Colégio. Em Aracaju, a idosa estava na casa da filha, mãe de Márcio José, que seguia com ela no coletivo.

Ocorrência mobiliza Samu e PM

A idosa morreu sentada em um dos primeiros bancos do microônibus. “Ela morava sozinha em Porto Real e veio pr´aqui se tratar, estava na casa de minha mãe”, contou o pedreiro. A filha, visivelmente abalada, evitou os jornalistas.

Policiais militares da 1ª Companhia do 8º Batalhão da PM estiveram no local. O cabo Fábio Zacarias orientou os familiares a acionar uma funerária para fazer a remoção do corpo, informando que o Instituto Médico Legal (IML) só faz a remoção de corpos quando se trata de morte violenta.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais