IML ainda não identificou se houve estupro contra idosa em Salgado

0
Polícia Civil aguarda laudo do IML (Foto: Ascom/SSP Arquivo)

O Instituto Médico Legal (IML) ainda não concluiu o laudo pericial para atestar a causa da morte da idosa Maria da Conceição Santos, 66. Ela foi encontrada morta no sábado, 25. O corpo estava despido dentro da própria casa no povoado Cabral, no município de Salgado, com suspeita de que a idosa teria sido vítima de estupro. Essa possibilidade ainda não foi confirmada nem também descartada.

A Polícia Civil está aguardando a liberação do laudo do IML para identificar a real causa da morte e poderá também identificar se ocorreu estupro ou não. De acordo com informações da assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), a Polícia Civil já iniciou a investigação e a equipe envolvida no inquérito policial está ouvindo os familiares da vítima. A idosa morava sozinha e o corpo dela foi encontrado pelo próprio filho, no banheiro da casa onde ela residia.

Os pertences da idosa foram revirados, com a suspeita de ter sido remexido por estranhos. Mas são situações que ainda estão sendo investigadas pela Polícia Civil.

por Cassia Santana

Comentários