Incêndio destrói residência no Santos Dumont

0

Casa ficou totalmente destruída (Fotos: Portal Infonet)

“Eu não me conformo em ver a minha casa assim, construída com tanto sacrifício meu Deus”. O desabafo foi feito por Jeane Santos Souza, dona da casa totalmente destruída por um incêndio [com vestígios de criminoso] registrado na noite deste domingo, 31 à rua major Corbiniano, 543, bairro Santos Dumont.

Ela já residiu na casa juntamente com o marido Carlos Henrique Souza e os três filhos, mas há alguns meses alugaram o imóvel e estavam residindo em outro alugado.

“Tem quatro dias que meu marido procura os inquilinos, mas a casa estava sempre fechada. A gente nem imaginava que acontecesse uma desgraça dessa com a nossa casa. Agora, os inquilinos devem fazer os reparos porque não temos a menor condição de levantar a casa”, ressalta Jeane chorando muito.

Todos os móveis foram danificados

“Eu sei aonde o inquilino trabalha, já liguei pra ele, mas ele disse que está doente no hospital. Eu estou arrasado pois trabalhei muito para construir minha casinha e agora estou vendo toda destruída. Os vizinhos contaram que o fogo se alastrou muito rápido, acho que foi por causa do teto de PVC”, lamenta o pedreiro Carlos Henrique.

Criminoso?

Os vizinhos ainda preferem não ser identificados, mas uma senhora contou que viram quando chegou um rapaz e jogou querosene na casa.

“Os donos da casa estão muito abalados, são pessoas de bem e não querem falar muito, mas a notícia é que chegou um ‘mala’, matou o cachorro e jogou querosene, foi tudo muito rápido. Um vizinho correu e tirou o botijão de gás e chamou os bombeiros que apagaram o fogo. O problema é que o filho dos inquilinos é usuário de drogas e a gente acha que pode ter sido algum acerto de contas”, relata uma senhorinha que mora nas proximidades.

Paredes, portas e janelas desabando

Teto de PVC derreteu

Jeane Santos não consegue parar de chorar

Carlos Henrique aguarda posição dos inquilinos

A polícia técnica esteve no local na manhã desta segunda-feira, 1º de abril e fez os registros da situação do imóvel.

Por Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais