Inquérito sobre acidente com trio elétrico é concluído

0
Tragédia com o trio vitimou duas crianças (Fotos: arquivo Infonet)

O Delegado Paulo Ferreira de Lima concluiu o inquérito do acidente com trio elétrico que matou duas crianças durante o Carnaval em Nossa Senhora do Socorro. Serão indiciados o motorista do veículo, Alessandro Siqueira Silva, a secretária de Cultura do município Renata Maria de Moura Braz e o secretário adjunto João Luiz de França.

De acordo com o delegado Paulo Ferreira, o motorista será indiciado por imperícia e imprudência. “O laudo da Criminalística diz que o trio tinha freio suficiente para parar e se não parou, é porque ele (motorista) agiu com imperícia. Ele estava em um nível de fadiga alto, já que havia trabalho no dia anterior e passado a noite no rasgadinho. Imprudente porque sabia que a ladeira era imprópria para que o trio descesse com o público na frente e mesmo assim deixou acontecer”, explica.

O delegado conclui ainda que a secretária Renata Maria que tem o controle da gestão municipal nessa área, não providenciou as condições necessárias para que o seu secretário adjunto João Luiz organizasse o evento com segurança. Além de escolher o roteiro incluindo a parte da ladeira onde se deu o acidente, não providenciou pessoal e material adequado para o isolamento do trio.

Delegado Paulo Ferreira, responsável pelo caso

“Somente quatro funcionários burocráticos foram empregados para o serviço de isolamento do trio, visto que, a secretária não contratou pessoal especializado para essa tarefa. Eles tinham três caminhos que poderiam ser seguidos, entre eles, descer a ladeira sem festa e retomá-la em local plano, descer a ladeira com o povo atrás do trio ou deixar que o trio descesse de um lado da avenida e os foliões do outro. Mesmo assim optaram pelo caminho errado, o que nos leva a crer que agiram com imprudência”, detalha o delegado Paulo Ferreira.

A secretária de Cultura do município Renata Maria de Moura Braz e o secretário adjunto João Luiz de França serão indiciados por negligência e imprudência.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais