Instituto de Identificação sem atendimento ao público

0
Nivaldo Batista teve que retornar a Salgado sem atendimento (Fotos: Portal Infonet

Quem procurou o Instituto de Identificação situado na avenida Adélia Franco, nesta quarta-feira, 7, teve que retornar para casa sem o atendimento. Os servidores paralisaram as atividades e o motivo foi para chamar atenção do governo quanto a situação que vive os servidores da Coordenadoria Geral de Perícias (Cogerp).

Nivaldo Batista veio do município de salgado tentar atendimento, mas teve que retornar para casa sem a retirada do documento de identificação. “ Vim tirar a segunda via da identidade porque fui roubado. Não sabia que estava paralisado e vou ter que voltar para casa porque não posso tira a segunda via no Ceac. Não estou querendo vim outro dia, mas vou ter que vir porque os outros documentos necessitam da identidade”, lamenta.

O servidor do Cogerp, Francisco Augusto Souto, diz que a intenção dos servidores é que o governo reveja a situação deles. “Pro governo não somos nem funcionário público nem policial e como hoje vai ter uma reunião com o secretário Gama, decidimos não ter expediente. Eu tenho 34 anos no estado e continuo recebendo o piso de R$ 671 reais. O governo quer nos dar um reajuste de R$ 1.900, mas com perda das nossas gratificações como triênio e adicional e não queremos isso”, conta.

Francisco Augusto lamenta quanto ao piso dos profissionais 

Representantes do Sindicato dos Policiais e Servidores da Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sinpol) pretendem se reunir ainda na manhã desta quarta-feira, 07, com o secretário adjunto da Seplag para discutir a questão.

Por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais