Integrantes de quadrilha apresentados no Cope

0

Delegado Cristiano Barreto apresenta integrantes da quadrilha
Equipes do Centro de Operações Policiais Especiais e Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol) apresentaram no final da tarde desta quarta-feira, 10, no Centro de Operações Especiais (Cope), dois integrantes de uma quadrilha que vem agindo no interior de Sergipe.  Dois deles morreram após troca de tiros com a polícia civil no município de Campo do Brito.

Segundo o delegado Cristiano Barreto, o grupo vinha sendo investigado há alguns dias e por volta 1h30 da madrugada desta quarta, a polícia conseguiu prender dois  após um assalto frustrado em Campo do Brito, sendo que dois morreram e um conseguiu fugir.  “A vítima conseguiu acionar a polícia que conseguiu frustrar a ação dos assaltantes. Estima-se que a quadrilha praticou mais de 30 assaltos no Estado de Sergipe”, ressalta.

Acusados agiam em vários municípios sergipanos
Os cinco acusados foram identificados como João José de Sena, o Buru, 26, Antônio da Silva Santos, o Tonho, 36, Givaldo Viana dos Santos, o Vadinho, 27 e José Adilson Santos de Jesus, Dilsinho, 27.  Os dois primeiros reagiram à prisão a tiros e foram feridos, falecendo no hospital de Itabaiana.  O fugitivo é Paulo Rogério da Cunha, 33, que continua sendo procurado na região.

“Uma das características da quadrilha é o uso de bombas caseiras no sentido de aterrorizar as vítimas, confundindo com tiros de armas pesadas”, enfatiza Cristiano Barreto.

Como tudo aconteceu

De acordo com informações da polícia, João, Antônio, Givaldo e Paulo foram de carro até Lagarto para a casa de Adilson, em Campo do Brito.  De lá, todos os infratores partiram para assaltar a casa de um comerciante no centro da cidade.  O acerto era que arrombariam uma parede a marretadas para entrar no imóvel, renderiam a família, pegaram objetos e dinheiro e depois fugiram de carro. 

Entre os objetos apreendidos, alguns aparelhos de som
A investida foi frustrada quando a vítima percebeu a movimentação e acionou a polícia por telefone.  Os bandidos desconfiaram e correram para um matagal.  Nesse intervalo, as equipes do Cope e do Dipol que estavam em Itabaiana, interceptaram o motorista da quadrilha, o Givaldo, havendo confronto quando o restante chegou ao carro.  Paulo, João e Antônio atiraram contra os policiais, que reagiram.

Apreensão

Em poder dos integrantes da quadrilha, a polícia apreendeu bombas caseiras, revólveres, escopeta, aparelhos de som, cerca de R$ 600, tênis, máscaras e marretas usadas na tentativa de assalto., além de três veículos. Policiais acreditam ainda haver outras pessoas envolvidas dando apoio aos assaltantes.  Entre as ações, estão a tentativa de assalto a um cash em Pinhão e o furto aos Correios de São Domingos.

Por Aldaci de Souza

Comentários