Internauta denuncia abandono do Memorial da Bandeira

0
Inaugurado em 2004, Memorial da Bandeira está abandonado (Fotos: Portal Infonet/Internauta Jorge José)

O internauta José Jorge enviou ao Portal Infonet um flagrante de descaso com o patrimônio público em plena região central da capital. O Memorial da Bandeira, inaugurado em 2004 com a finalidade de resgatar os símbolos cívicos e prestar uma homenagem à praça que leva o nome do maior símbolo nacional, está entregue a vândalos, usuário de drogas e virou ponto de moradia de mendigos.

O local ficou conhecido, ainda, por possuir no acervo as  bandeiras do Brasil colônia, Brasil império e Brasil república; selos nacional, da cidade de Aracaju e de Sergipe; brasões de armas nacional e da cidade de Aracaju; letras do Hino Nacional e do Hino à Bandeira, além de uma panóplia (conjunto de bandeiras em miniatura) de todos os Estados brasileiros. O espaço também contava com  uma maquete de 2×1,5 metros que reproduz o mapa de Sergipe e as réplicas das igrejas dos 75 municípios sergipanos. Nenhum desses itens está no local.

Local virou ponto de descarte de lixo e de uso de drogas

“A Prefeitura gastou muito dinheiro confeccionando placas turísticas, que vêm desde o Aeroporto ao Centro. Existe, inclusive, uma placa na Avenida Hermes Fontes anunciando Memorial da Bandeira e quando você chega à praça está tudo abandonado. Fui visitar a praça para ver o memorial e estava tudo bagunçado, o teto caindo”, lamenta Jorge.

A reportagem do Portal Infonet entrou com a assessoria de Comunicação da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), que é a responsável pelas praças da cidade. A informação é de que o monumento é de responsabilidade da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Esportes (Funcaju).

A assessoria de comunicação da Funcaju não foi encontrada pelo Portal Infonet para comentar o assunto.

Colabore com o Portal Infonet

Esta matéria é fruto da colaboração de um internauta. Faça como ela e nos envie imagens, vídeos, denúncias ou sugestões de temas para nossas reportagens através do email jornalismo@infonet.com.br ou entre em contato conosco através do telefone (79) 2106-8000.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais