Invasão: moradores fazem manifestação

0

Moradores realizam manifestação(Foto: Portal Infonet)
Na manhã dessa quarta-feira, moradores do loteamento Maria do Carmo, localizado em no Rosa Elze, em São Cristóvão, realizaram uma manifestação em frente ao Palácio do Governo, na Adélia Franco.

Segundo o morador Ednaldo dos Santos, os moradores querem atenção por parte do governo em relação às situações enfrentadas pela população. “Moramos na invasão do Maria do Carmo e não recebemos a menor assistência por parte da prefeitura do município, então resolvemos apelar para o governador, porque vivemos em condições precárias”, relata o morador.

Rosilene diz que querem melhores condições de vida(Foto: Portal Infonet)
Ednaldo ainda explicou que além da falta de infra-instrutura e saneamento básico, a população sofre com a falta de segurança. “Estamos abandonados naquele lugar. Moramos há muitos anos e não saímos dessa situação de cadastrados. A violência tem crescido e nosso medo é não ter mais condições de sobreviver ali, porque lá nós sobrevivemos às dificuldades”, lamenta.

A manifestação, contou com a participação de crianças, mãe de famílias e idosos, que confeccionaram faixas e cartazes na tentativa de serem atendidos pelo Governador em exercício, Belivaldo Chagas. “Estamos aqui para cobrar melhores condições de vida para a nossa família. Não é justo ficarmos abandonados e esquecidos como se não fizéssemos parte deste Estado”, desabafa Rosilene Dias Pereira.

De acordo com Ednaldo, ainda no final da manhã, cinco líderes foram recebidos por representantes do Governo, dentre eles a secretária de Estado da Assistência Social, Maria Luci, que ouviu as queixas e se comprometeu em fazer uma visita aos moradores do local.

O morador ainda pontuou que a secretária afirmou que o problema não se resolve de um dia para outro e que o governo tem um projeto grande de habitação, que deverá atender as pessoas que fazem parte do cadastro único.

 

Comentários