ITPS alerta sobre excesso de sódio nos alimentos industrializados

Consumidor deve atentar para as informações nutricionais dos produtos. (Foto: Ascom ITPS)

Um estudo da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) destacou que 28% dos produtos industrializados monitorados entre os anos de 2020 e 2021 não atenderam às metas de redução de sódio. Para auxiliar na compreensão do cenário, o Instituto Tecnológico e de Pesquisas do Estado de Sergipe (ITPS), vinculado à Secretaria do Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), faz um alerta com informações sobre a composição dos alimentos.

Segundo a Anvisa, as categorias consideradas críticas incluem biscoito salgado, bolos prontos sem recheio, hambúrgueres, misturas para bolo aerado, mortadela conservada em refrigeração, pães de forma, queijo muçarela e requeijão.

A coordenadora do Laboratório de Bromatologia do ITPS, Drª Karina Leão, comenta que embora haja um “progresso encorajador” em algumas categorias, como biscoitos doces tipo maria e maisena, há desafios persistentes em outras, como salgadinhos de milho, chips, embutidos, como calabresa, linguiça, entre outros.

“O monitoramento realizado pela Anvisa destaca tanto os avanços quanto os desafios na redução do teor de sódio em alimentos industrializados. É essencial uma colaboração contínua entre órgãos reguladores, indústria alimentícia e sociedade civil para atingir as metas estabelecidas e promover hábitos alimentares mais saudáveis”, destaca Karina.

Teor de açúcar 

Além do sódio, a Anvisa também analisou o teor de açúcares em alimentos industrializados em 2021. Segundo o relatório do monitoramento do teor de açúcares em alimentos industrializados, 81,8% das categorias avaliadas apresentaram teores médios de açúcares dentro dos limites definidos. No entanto, biscoitos doces sem recheio e biscoitos tipo wafers foram identificados como não atingindo as metas estabelecidas.

As bebidas mais populares entre os adolescentes, como refrigerantes, néctares e refrescos, demonstraram uma perspectiva favorável no que diz respeito aos teores de açúcar. De acordo com o estudo, essas bebidas apresentaram níveis de açúcar abaixo do limite máximo estabelecido.

No entanto, Karina ressalta a importância de focar nas categorias que não atingiram as metas estabelecidas, como os biscoitos doces sem recheio e os biscoitos tipo wafers. Para ela, esses resultados destacam a necessidade de atenção específica por parte da indústria alimentícia, visando reduzir o teor de açúcar nesses produtos e promover uma oferta mais saudável para os consumidores.

“A identificação de categorias que não alcançaram as metas estabelecidas para o teor de açúcares reforça a importância de estratégias direcionadas para esses produtos, buscando redução significativa desses açúcares para composição nutricional”, reforça Karina, ao lembrar que a análise é fundamental para orientar a indústria na promoção de uma alimentação mais equilibrada e alinhada com as diretrizes de saúde pública.

A coordenadora ainda ressalta a relevância da análise em laboratórios oficiais, que garante confiabilidade na avaliação dos componentes alimentícios. A rotulagem precisa e verídica proporciona aos consumidores informações claras sobre os níveis de sódio, açúcares, gorduras e outros componentes presentes nos produtos industrializados, permitindo escolhas alimentares mais conscientes e saudáveis.

“É fundamental que as empresas do ramo alimentício adotem práticas responsáveis de rotulagem e se comprometam com a qualidade e segurança dos alimentos que oferecem ao público”, conclui Karina Leão.

Segundo a diretora técnica do ITPS, Lúcia Calumby, nos últimos anos, o instituto tem se destacado na identificação precisa dos componentes nutricionais dos alimentos industrializados, oferecendo suporte essencial para a implementação de políticas de saúde pública e a promoção de uma alimentação mais saudável. “O ITPS se orgulha de contribuir com resultados precisos e confiáveis que apoiam a transparência na rotulagem dos alimentos, permitindo aos consumidores fazer escolhas conscientes”, afirma.

Serviço

Para solicitar os serviços do ITPS, é necessário buscar o Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC), presencialmente na Rua Vila Cristina, bairro 13 de Julho, em Aracaju; por meio do telefone (79) 3198-8811; ou do e-mail sac@itps.se.gov.br.

 

Fonte: Governo de Sergipe

Portal Infonet no WhatsApp
Receba no celular notícias de Sergipe
Clique no link abaixo, ou escanei o QRCODE, para ter acessos a variados conteúdos.
https://whatsapp.com/channel/
0029Va6S7EtDJ6H43
FcFzQ0B

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais