Juiz determina prisão preventiva de suspeito de matar vizinho taxista

0
Justiça de Socorro determinou a prisão preventiva do suspeito (Foto: arquivo Portal Infonet)

O juiz José Antônio de Novais, da 3ª Vara Criminal de Socorro, determinou a prisão preventiva de Antônio Bispo Guimarães, suspeito de matar um vizinho taxista no dia 6 de janeiro, no conjunto Albano Franco, em Nossa Senhora do Socorro.

A prisão preventiva foi solicitada pelo delegado Luís Carlos Xavier, do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), que justificou a existência de fortes indícios de que o suspeito é o autor do homicídio.

Na decisão, o juiz levou em conta o parecer do Ministério Público do Estado, que se manifestou favorável à prisão do acusado. O magistrado também considerou as informações dos autos do inquérito policial que trazem o relato do irmão da vítima, Natanael Ramos da Silva, contando que teve a mão golpeada com faca pelo acusado no momento em que se dirigiu até casa para perguntar o porquê do crime, além do depoimento de uma testemunha que presenciou os fatos e apontou Antônio Bispo como autor do homicídio

Até o fechamento desta matéria, o acusado ainda não havia sido preso. A assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que o delegado Luís Carlos Xavier não vai se manifestar sobre o caso.

Entenda o caso

Antônio Bispo Guimarães foi preso no dia 6 de janeiro, em flagrante por policiais militares sob acusação de esfaquear o motorista de táxi lotação, Natan Alves, porque este teria estacionado o carro na porta de sua garagem. Natan foi socorrido e encaminhado ao Hospital de Urgências de Sergipe (Huse), mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito no dia 7 de janeiro. No mesmo dia, o acusado participou de audiência de custódia e obteve a liberdade provisória.

por Verlane Estácio

Comentários