Justiça recua e decreta prisão de acusados de roubo

0
Ronisson Vítor dos Santos, de 18 anos, está foragido (Fotos: Portal Infonet)

Dois dos cinco jovens que foram presos em flagrante, no dia 6 de janeiro, no Conjunto Augusto Franco, por cometerem roubos com o uso de arma de fogo, e  soltos dois dias após, retornaram a prisão nesta terça-feira, 15, por decisão judicial.

Segundo a delegada da 1ª Delegacia Metropolitana (DM) Maria Zulnária Soares, a apreensão foi realizada pela 1ª DM e por policiais da Coordenadoria de Policia Civil da Capital (COPCAL). O jovem Adson Ramos foi preso em casa no bairro São Conrado e Ruan Carlos Santos, de 19 anos, foi preso no Marcos Freire, na casa de parentes.

“Expedimos o mandato de prisão ontem após concluir o inquérito policial e ouvir várias testemunhas. Ontem mesmo realizamos a prisão de dois dos cinco criminosos. Ainda há um foragido que é o Ronisson Vítor dos Santos, de 18 anos. Os outros dois são menores de idade”, disse a delegada.

Delegada Zulnária Soares

A prisão foi decretada pela juíza Valéria Libório, da 1ª Vara Criminal. O curioso é que é a mesma juíza que determinou a soltura dos jovens por entender que os mesmos não ofereciam riscos à população”, afirma a delegada. “A polícia faz seu trabalho que é investigar e prender os acusados. Se a justiça achou, na ocasião, que caberia a soltura dos envolvidos, isso é decisão dela. Cabe a polícia prender os criminosos”, completa.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais