Kércio fala sobre fuga de policial do presídio Militar

0

Kércio marca entrevista coletiva com a imprensa para explicar ocorrido
Na manhã desta terça-feira, 10, o secretário de Segurança Pública do Estado, Kércio Pinto, falou pela primeira vez sobre a fuga do policial militar Giusepe Carvalho, procurado por mais de 40 homicídios em Pernambuco. De acordo com o secretário em uma visita ao Presídio Militar em que Giusepe se encontrava, apenas a Justiça Militar irá decidir de quem foi a culpa.

Kércio falou também que no momento não há explicações e que em breve dará coletiva à imprensa para esclarecer tudo o que aconteceu. O fugitivo é procurado desde 93, acusado de 40 mortes nos Estados de Pernambuco, Paraíba e Alagoas. Além disso, Giusepe é acusado de tráfico de  drogas e assaltos em Pernambuco, onde é conhecido por ‘Bin Laden’.

A juíza Jocelaine Costa
Ordem judicial não foi cumprida

A juíza militar Jocelaine Costa diz que foi feito o pedido para enviar o preso para Pernambuco imediatamente, mas essa ordem judicial não foi cumprida. “Mesmo assim, não posso afirmar que houve indícios de facilitação da fuga até que haja uma perícia”, diz a juíza.

“Já sabia que ele ia fugir”, diz delegada

A delegada pernambucana Beatriz Ibson afirma que a prisão ia acontecer no primeiro domingo de fevereiro, mas o policial veio à Sergipe, onde acabou sendo preso. “Já

Cel. Magno, Kércio Pinto e Cel. Dautro visitam presídio que policial estava
estávamos investigando os movimentos de Giu, como é conhecido em Pernambuco, mas apenas há 15 dias ficamos sabendo que ele é policial militar em Sergipe”, diz a delegada.

Indagada sobre a supresa da fuga, Beatriz nega. “Quando Kércio me pediu para que o preso ficasse mais algumas horas e viajasse de volta para Pernambuco pela manhã, tive 70% de certeza que ele iria fugir”, conclui Beatriz.

A assessoria de comunicação da SSP não confirmou que haverá coletiva com a imprensa para tratar do assunto. Neste manhã ele está no Fórum e á tarde se reunirá com o governador Marcelo Déda.

OBS: A matéria foi modicada às 11h38 para acréscimo de informações.


Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais