Lagoa do Abaís é liberada para banhistas e recreação

0

Segundo análises bacteriológicas feitas pela Adema na Lagoa do Abaís, as águas continuam sem problemas de contaminação. Os resultados das análises, desde fevereiro desse ano, mostram que os índices estão abaixo do limite permitido para coliformes fecais, indicando boas condições de balneabilidade, permitindo o uso pela população para banho e recreação. Dentre os fatores que contribuíram para a despoluição da lagoa, estão os peixamentos com alevinos de tambaqui.
PEIXAMENTO – A Codevasf, juntamente com a AALGA e a ONG “Água é Vida”, realizou no dia 21 de abril, um peixamento da Lagoa Grande do Abaís, no Camping Clube Abaís. Na ocasião foram depositados 100 mil alevinos da espécie tambaqui, provenientes da Estação de Piscicultura do Betume, com o objetivo de realizar o controle biológico da esquistossomose. “É uma grande honra estarmos contribuindo com a despoluição da lagoa do Abaís”, afirma o superintendente regional da Codevasf, Marcionílio Rocha.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais