Lavrador é morto com golpe de faca no Graccho Cardoso

0
IML remove corpo que estava no hospital (Foto: Arquivo Portal Infonet)

O lavrador Ovídio Joaquim Mota Neto, 34, foi assassinado com golpe de arma branca, crime ocorrido no início da noite desta quinta-feira, 13, em uma vila no município de Graccho Cardoso. O crime revoltou a comunidade, que ainda perseguiu o assassino mas não conseguiu dominá-lo porque ele desapareceu em uma mata, segundo informou a secretária Lidiane Mota, uma das irmãs da vítima.

Ovídio Neto estava na propriedade do pai, no povoado Jaboticaba, onde passou o dia trabalhando. Um comportamento que fazia parte da rotina do lavrador, segundo a família. No final da tarde, ele retornava para a residência, na sede do município, guiando uma bicicleta e parou em vila onde as pessoas costumam se reunir no final da tarde e início da noite para conversar e ingerir bebidas alcoólicas.

A família não sabe o que aconteceu, mas as primeiras informações indicam que o criminoso estava no grupo e teria ocorrido alguma animosidade entre a vítima e o agressor. “Mas ninguém sabe o que de fato aconteceu porque meu irmão não andava com ele e nunca teve nenhuma rixa com ele”, observa a secretária.

O criminoso foi reconhecido como um ex-presidiário conhecido como Gago, que está foragido. A vítima chegou a ser socorrida por amigos e um dos irmãos que o encaminharam para o Hospital Regional de Nossa Senhora da Glória em um veículo da prefeitura de Graccho Cardoso, mas faleceu no caminho.

O corpo chegou ao Instituto Médico Legal (IML) aos cinco minutos da madrugada desta sexta-feira, 14, e os familiares já estão adotando os meios legais para o sepultamento, que ocorrerá em Graccho Cardoso. As investigações serão conduzidas pela polícia civil.

Comentários