Maioria das entidades assistenciais recebeu dinheiro público

0

No ano passado, 55,7% das entidades de assistência social sem fins lucrativos recebiam no país algum recurso público das esferas municipal, estadual ou federal, levando em conta todas as fontes de financiamento. Isso é o que mostra a Pesquisa das Entidades de Assistência Social Privada e Sem Fins Lucrativos, divulgada hoje, 7, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

A pesquisa mostra ainda que pouco mais da metade (51,7%) dessas entidades priorizava o atendimento a um público jovem entre 15 e 24. No que diz respeito ao público alvo, apenas 1% delas era voltada para minorias étnicas e ex-presidiários.

 

O estudo foi desenvolvido com base em dados do Cadastro Geral das Empresas, do próprio IBGE, e é a primeira radiografia que o instituto faz do setor. Os resultados vão servir de base para a implantação do Sistema Único de Assistência Social (Suas), que vem sendo desenvolvido pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).

 

De acordo com o IBGE, no ano passado, a Região Sudeste concentrava 51,8% das 16.089 entidades de Asssitência Social pesquisadas. Em segundo lugar ficou a Região Sul, com 22,6%, seguida pelo Nordeste, com 14,8%, o Centro-Oeste, 7,4%, e o Norte, 3,4%.

 

Fonte: Agência Brasil

Comentários