“Mais coragem para prendê-lo onde ele estiver”

0

Na segunda-feira passada, dia 21, o ex-secretário de Segurança Pública de Sergipe, Luiz Mendonça, concedeu entrevista coletiva à imprensa sergipana, a fim de esclarecer acusações feitas pelo foragido Floro Calheiros ao jornal ”A Semana em Foco”. Na entrevista, concedida à jornalista Kátia Paim, Calheiros relatou diversas denúncias contra Mendonça, como participação do ex-secretário no processo de fuga de Calheiros e tentativa de assassinato do mesmo enquanto estava na cadeia. Na coletiva da semana passada, Luiz Mendonça afirmou que, em respeito ao Poder Judiciário e à sociedade sergipana, ao assumir o cargo, ele iniciou uma operação que resultou em várias prisões, enfraquecendo o crime organizado no Estado e incomodando às pessoas articuladas a esta prática. Afirmou ainda que Floro Calheiros deve ser preso para que venha a fazer as acusações à sua pessoa e aos promotores “cara a cara”, enfatizando que tudo o que o foragido afirmou na matéria divulgada será devidamente apurado. Quanto a um possível prejuízo ao seu retorno à Secretaria ou à disputa por uma vaga de procurador do Estado, o secretário afirmou que as declarações de Floro só fortalecem o seu propósito de combater o crime organizado em Sergipe. No que se refere à fuga, Mendonça disse que fugas sempre vão existir, até nos presídios mais seguros do Brasil. Além disso, o ex-secretário falou sobre a confirmação do Superior Tribunal de Justiça quanto à participação de Calheiros em todos os crimes pelos quais foi denunciado. “Isso [as denúncias de Calheiros] para mim, dá mais energia, mais coragem para prendê-lo onde ele estiver”, assegurou Luiz Mendonça, em entrevista na edição dessa semana do jornal.

Comentários