Mais famílias são transferidas para galpões

0

Mais quatro famílias foram levadas ao local
Mais quatro famílias, que moravam em barracos, foram levadas para dois galpões no bairro Santos Dumont, na tarde desta quinta-feira, 14. Dessa forma, já chega a 15 o número de famílias transferidas do Morro do Avião, no bairro Santa Maria, para este local. A ação é da Secretaria de Assistência Social de Aracaju (Semasc), depois que a área foi condenada pela Defesa Civil, diante do risco de desabamento.  Na capital, mas de 1,8 mil pessoas já foram afetadas pelas chuvas.

Nos galpões, as famílias estão dispostas em pequenas áreas, separados por lençóis. Quatro banheiros químicos estão disponíveis para atender as mais de 60 pessoas que ficarão no

local. Além disso, técnicos da prefeitura realizaram nesta tarde, a adequação do sistema elétrico da área. Os desabrigados devem permanecer no local por três semanas,
Galpões onde as famílias ficarão alojadas
período para que a Semasc localize residências para alugar e encaminhe as famílias. Caberá também à secretaria, transferir as crianças para escolas próximas.

“Vim para cá, com dois filhos e meu marido. A nossa esperança é que a prefeitura alugue logo estas casas”, informa a dona de casa Josefa Neide Oliveira, que morava em um barraco na encosta do Morro do Avião. “Por enquanto, este local está bom, mas espero que a prefeitura traga cestas básicas e colchões, como prometido, pois já existem pessoas pedindo esmolas nas casas da redondeza”, reclamou Vaneide Santos, que foi transferida para os galpões, acompanhada de seus três filhos.

Vaneide: “espero cestas básicas e colchões”
No final desta tarde, a Semasc enviou ao local as cestas básicas e os colchões para as 14 famílias. E mais famílias devem ser levadas para os galpões nos próximos dias.

Dados

De acordo com dados da Secretária de Estado da Assistência Social, 1.841 pessoas foram afetadas pelas chuvas em Aracaju. Em Sergipe, excetuando a capital, os números sãos maiores: 13.079 pessoas prejudicadas, sendo 10 mil só em Estância. Até o momento, duas pessoas morreram no Estado em decorrência do período chuvoso.

Por Valter Lima

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais