Mais um taxista é assassinado

0

Enquanto São Paulo tenta evitar mortes de motoqueiros, em Aracaju o problema é a morte de motoristas de táxis. Ontem, foi encontrado o corpo do taxista Gilvan Celestino dos Santos, no povoado Várzea Grande, em São Cristóvão.

Sete quilometros adiante, já no povoado Aloch, também em São Cristóvão,  o carro do taxista foi localizado por seus familiares consumido pelo fogo e sem os pneus,e o kit de gás, que foram levados pelos assassinos.

Gilvan saiu para trabalhar depois do almoço no domingo e a noite os seus colegas deram por falta dele e passaram a procurá-lo. Ele teria conseguido dois passageiros mas não se sabe se forem estes caras que praticaram o assassinato. Na avenida Silvio Teixeira ontem a tarde os taxistas fizeram uma manifestação queimando pneus como meio de protesto por mais este crime contra taxistas.

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais