Manuleke: advogado vai entrar com revogação de pedido

0

Daniel Manuleke é suspeito de abusar de uma menina (Foto: Divulgação SSP/SE)

Quase cinco meses após a notícia do estupro de uma menina de 12 anos que participava de um retiro espiritual no município de Salgado, o caso ainda continua sem solução. Até o momento, a polícia não sabe o paradeiro do jovem Daniel Manuleke, 18 anos, portador do vírus HIV e suspeito de ter abusado sexualmente da jovem.

Em maio deste ano, os desembargadores da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Sergipe, Geni Schuster e Luis Mendonça, ‘denegaram’ [já havia sido negado em 5 de abril] a ordem do pedido de habeas corpus solicitado pela defesa de Daniel Manuleke.

Nesta quarta-feira, 3, o advogado de defesa de Manuleke, Aurélio Belém informou que neste momento, a defesa quer a revogação da decisão do habeas corpus. “Não estamos trabalhando com a hipótese de apresentá-lo neste momento, mas na revogação da decisão do pedido de habeas corpus. Vamos recorrer da decisão no STJ”, informa.

SSP

O assessor de comunicação da Secretaria de Segurança Pública, Lucas Rosário informou ao Portal Infonet que o caso agora está no âmbito do judiciário, mas que o pedido de prisão continua em aberto. “O inquérito já foi concluído e aceito pelo Ministério Público onde ele [Manuleke] foi indiciado pelo estupro de vulnerável. Qualquer informação do paradeiro dele pode ser passada a polícia”, afirma o assessor.

Por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais