Márcio Lyncoln lança novo caderno no Cinform

0

A coluna “Olho Vivo” – comandada pelo jornalista Márcio Lyncoln no jornal Cinform – chega às bancas, dia 7, de cara nova. Hoje à noite, porém, acontece o coquetel de lançamento do novo caderno. O local escolhido foi o Tequila Café. Lá, Márcio e a diretoria do Cinform devem apresentar, a partir das 20 horas, o resultado de um projeto que vem sendo pensado há algum tempo. “É um projeto antigo do Cinform e a gente veio esperando o momento certo de lançar. E esse momento chegou, quando o jornal também entra em uma nova fase. Não havia mais motivos para adiar”, explica o jornalista. Os seletos convidados do coquetel terão a oportunidade de ver, em primeira mão, o resultado. “Essa primeira edição sai em formato tablóide e trará doze páginas, sendo oito coloridas. O conteúdo será mais diversificado que o da coluna. Ele não se restringirá ao segmento social”, promete Lyncoln. No novo caderno, os leitores encontrão seções já consagradas, como “Caixa Alta”, “Faíscas” e o temido e copiado “Sótão e Porão” mesclado com coisas novas. “O caderno terá uma certa cara de revista, com matérias sobre moda, decoração, gastronomia, um espaço para os jovens líderes empresariais, cobertura de eventos, uma nova seção intitulada ‘Quem te viu – Quem te vê’, enfim, muitas novidades”, descreve. HISTÓRIA – A coluna ‘Olho Vivo’ existe há 14 anos. Por ela já passou gente do calibre das jornalistas Mônica Dantas e Cristina Souza. Sob o comando de Márcio Lyncoln há sete anos, o espaço criou a cara da modernidade. “Eu gosto de falar de tudo o que está acontecendo, no mundo todo. Falo também sobre a nova geração de colunáveis, o que agrada a quem já está estabelecido e também garante longevidade à coluna”, analisa. Com o novo lay-out Márcio Lyncoln pretende aumentar ainda mais o número de leitores da ‘Olho Vivo’, que, segundo dados do jornal, hoje é lida por cerca de 100 mil pessoas. Animado, o jornalista não esconde a felicidade e mantém o mistério sobre o que o público deve encontrar nas bancas a partir de segunda-feira: “Tudo é surpresa. Uma boa surpresa”.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais