Menino passa mal e SAMU atrasa no resgate

0

Mãe aguarda junto com o filho acidentado, o atendimento do SAMU (Foto: Polícia Militar)

Um fato revoltou a população na manhã deste sábado, 26, no bairro Industrial. Criança levou uma queda enquanto andava de bicicleta e os familiares acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que só chegou ao local cerca de 2 horas depois.

O fato causou revolta aos familiares e a população que passava pelo local. “ Isso é um descaso, é um absurdo”, disse o morador José Ferreira dos Santos.

Segundo informações da Polícia Militar, que esteve presente no local para fornecer auxílio, a vítima estava bastante machucada, o que necessitou a espera pela urgência móvel.  Foi observado também que a criança ficou de 7h50 às 9h20 deitada num papelão aguardando atendimento.

SAMU

De acordo com a coordenadora do Samu, Vanesca Barbosa, existe uma dificuldade de condutores entre os horários de 7h30 e 9h30. “Por conta dessa dificuldade de condutor, deixamos de rodar hoje com duas viaturas, além disso três pessoas não foram trabalhar, o que será averiguado administrativamente”, explica.

Vanesca ainda pontuou que no momento do chamado, outras quatro ocorrências estavam em andamento. “Quando a pessoa ligou por volta das 7h20, avisou apenas que uma pessoa estava andando de bicicleta e sentiu dor no joelho.Nesse mesmo momento nós estávamos recebendo um chamado de espancamento na Coroa do Meio, uma colisão na Beira Mar, um viciado que estava em crise na zona norte e um trauma na Mario Jorge. Diante dessas ocorrências a dele não foi colocada como prioridade. O atendimento demorou em função da prioridade da ocorrência”, esclarece a coordenadora do Samu.

Por Danielle Menezes e Alcione Martins

Comentários