Ministro avalia que agilidade do TRT/SE está abaixo da média nacional

0
Em Sergipe, o ministro Lelio Bentes participou de uma inspeção no TRT da 20ª Vara. (Foto: Portal Infonet)

O Tribunal Regional do Trabalho da 20ª região (TRT) de Sergipe teve a sua avaliação dos trabalhos nos últimos dois anos divulgada na manhã desta sexta-feira, 6, pelo corregedor-geral da Justiça do Trabalho, ministro Lelio Bentes Côrrea. O anúncio foi feito sem a divulgação de maiores problemáticas, mas com uma demonstração de preocupação do ministro acerca do tempo de tramitação dos processos na instância regional.

Lelio Bentes pontuou que a Justiça do Trabalho em Sergipe atua de forma atrasada em comparação aos demais estados da federação. “Os índices que dizem respeito ao tempo de duração dos processos e da execução estão abaixo da média nacional em Sergipe. Isso quer dizer que os processos aqui estão tramitando com um certo atraso em relação a essa média. Mas pude constatar que nos últimos 12 meses, a partir da atuação firme da Corregedoria Regional, esses prazos estão começando a cair.”, explicou.

Segundo ele, a preocupação em torno do tempo e do resultado das execuções é generalizada. “A grande preocupação em relação ao Poder Judiciário, não só na Justiça do Trabalho, é com a execução. Nós precisamos aprimorá-la para que as decisões não sejam somente peças decorativas, mas que se convertam em uma transformação que impacte a realidade de quem veio buscar a proteção do Poder Judiciário.”, ressaltou Lelio Bentes.

Ao final, o ministro afirmou que pretende firmar recomendações ao tribunal com o intuito de buscar o aprimoramento dos procedimentos partindo da padronização de prazos. “As recomendações são no sentindo de padronizar os prazos, pois é muito importante que as audiências sejam realizadas no menor tempo possível.”, finalizou.

A presidente do TRT/SE, Vilma Leite, revelou que o tribunal tem conhecimento dos dados e que já está trabalhando para mudar a realidade. “Nosso desejo é transformar essa realidade. Temos vontade, estamos motivados e temos estratégias para enfrentar essa realidade. Acredito muito que brevemente teremos resultados concretos em relação a isso, pois os dados deste ano já apresentam melhorias. Mas temos muito ainda para fazer, por isso, estamos conclamando a todos os servidores para dar um pouco mais de sua contribuição para o tribunal volta a brilhar como sempre brilhou, já que sempre foi referência em celeridade”, comenta.

por Daniel Rezende

Comentários